A política energética

1 06 2009

A política energética

A sustentabilidade energética e do meio ambiente dependem largamente das políticas adoptadas nesta área. Em Portugal tem-se feito algum trabalho nesta área como uma aposta forte na energia eólica, a certificação energética de edifícios, os apoios a instalação de painéis solares ou a indexação do imposto automóvel as emissões de CO2 (contudo sou contra a elevada e ilegal dupla tributação que existe sobre os automóveis). Apesar de existir preocupações com o ambiente por parte do governo, as medidas adoptadas são insuficientes para combater a elevada dependência do exterior, pois esta representa cerca de 80% da energia consumida.

Como podemos combater a elevada dependência energética, nomeadamente do petróleo? Na minha opinião, o problema deve ser encarado de uma forma global, nomeadamente numa aposta forte na fusão nuclear, em alternativas aos automóveis com motor de combustão interna, alargar a etiqueta energética a todos os electrodomésticos e produtos hi-fi, por referir algumas situações.

Não esta apenas na politica global a solução ao problema. Outra forma passa por educar as pessoas para racionalizar os consumos energéticos. O sector doméstico representa 30% do consumo energético global e parte significativa desse consumo advém de uma incorrecta escolha e utilização de equipamentos.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: