A energia nuclear

15 06 2009

A energia nuclear

Actualmente em Portugal não existe a exploração desta fonte de energia. A fissão nuclear é uma forma de obter electricidade barata e sem emissão de gases poluentes, em contrapartida requer protocolos de segurança e manutenção restritivos para a exploração e para o tratamento de resíduos nucleares.

Recorrer a energia nuclear é uma forma de diminuir a dependência energética do exterior e diminuir as emissões de CO2. Apesar de nós Portugueses não recorrer a esta fonte de energia, compramos electricidade da França que provém em parte de 59 centrais nucleares instaladas nesse país.

A instalação de centrais de fissão nuclear deve ter em conta a localização, pois não devemos colocar uma central nuclear em zonas sísmicas ou propicias a catástrofes naturais (a maior parte do território português cumpre esses requisitos). Para o tratamento de resíduos nucleares a melhor solução é efectua-la  nas redondezas da própria central, enterrando-os no subsolo (ver esquema).

O risco de existirem acidentes nucleares é muito reduzido e se forem cumpridas todas as normas de segurança é praticamente nulo. Quantos acidentes nucleares existiram? É verdade que os efeitos de um acidente desta natureza tem efeitos devastadores, mas será que o facto de não termos nenhuma central deste género, estamos isentos de uma catástrofe existindo 9 centrais nucleares na vizinha Espanha?

Eu pessoalmente acho piada a determinados “ambientalistas” defendendo o não a nuclear, fechando os olhos as evidencias e preferir emitir toneladas de CO2 para a atmosfera. Enquanto não for implementada a fusão nuclear (energia do futuro), não devemos fechar as portas a fissão nuclear.


Ações

Information

One response

16 06 2009
fisbas

É um tema muito interessante e também muito polémico. Em primeiro porque as pessoas não estão informadas do que é e em segundo porque quando se sabe do que se trata pode-se tomar dois partidos, a favor ou contra. Embora seja uma energia extremamente segura, como se tem provado com as centenas de centrais que existem e somente 2 tiveram problemas, é uma energia que requer confiança, ou seja, acreditar nos técnicos responsáveis que lá trabalham. Em Portugal todos desconfiam de todos e não há ninguém que acredite na responsabilidade do próximo. Isso aliado à ignorância acaba em protesto contra a construção de qualquer central, como aconteceu em Trás-os-Montes há uns anos atrás.
No entanto também vejo coisas positivas. A não construção destas centrais leva-nos a ir por outros caminhos, mais dificeis mas talvez com resultados melhores. Energia geotérmica/eolica/hidrica/das marés/solar… são algumas das que estamos a apostar e que certamente cumprirão o seu papel positivo no meu ambiente. Nem tudo é bom e nem tudo é mau. Devemos também respeitar a sociedade quando ela não está preparada para as mudanças, sejam elas boas ou más, é assim que somos.
Um abraço e continua a escrever sobre temas interessantes que com certeza muita gente aprende e reaprende.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: