Auto-suficiência energética

10 06 2010

Com o custo da energia a subir, cada vez mais são aqueles que procuram a possibilidade de ter uma casa auto-suficiente no que se refere a energia. Na prática é possível recorrendo a microgeração e a racionalização da energia, mas é uma solução pouco interessante no ponto de vista económico e energético.

Ao dimensionar um sistema de micro-geração para termos uma casa auto-suficiente, o mesmo ficaria sobre-dimensionado para evitar cortes no subministro energético, também precisaríamos de baterias para poder armazenar energia, pois os sistemas de micro-geração dependem das condições climatéricas. Neste caso, o nosso sistema de micro-geração ficaria extremamente caro e teríamos que desperdiçar energia (excedentes) quando as condições climatéricas forem mais favoráveis.

A solução mais interessante passa por termos um sistema de microgeração como complemento ao consumo e ligado a rede. Nestas condições podemos prescindir das baterias, ter um sistema mais barato e vender o excedente a rede. Esta é sem dúvidas a solução mais interessante no ponto de vista energético e económico.

Para ser produtor de electricidade teremos que cumprir determinadas condições: nomeadamente ter um sistema de aquecimento da aguas sanitárias solar e a potencia instalada do nosso sistema de microgeração, não pode ser superior a 50% da potência contratada.

Anúncios